Por Davi Netto em 09-08-2021

O compartilhamento em massa de materiais contendo Abuso Sexual Infantil é uma trágica consequência do avanço tecnológico e popularização dos meios de comunicação virtual. No entanto, o combate às práticas de abuso ainda é tímido e pouco difundido.

Nossa posição no assunto é simples: não toleramos essas práticas. A CDDC, enquanto empresa provedora de serviços de hospedagem, afirma que combater o abuso sexual infantil deve fazer parte de nossas obrigações diárias. Por isso, a partir de 01 de Setembro de 2021, a CDDC iniciará o monitoramento ativo dos sites de nossa base em busca de Materiais de Abuso Sexual Infantil (CSAM) para que possam ser devidamente reportados e devidamente removidos.

Este projeto somente foi possível graças aos recursos e serviços providos pelo Centro Nacional de Crianças Desaparecidas e Exploradas (NCMEC), uma organização privada e sem fins lucrativos baseada nos Estados Unidos. Através do sistema CyberTipline, qualquer pessoa ou empresa pode reportar materiais contendo exploração sexual de menores.

Como funciona o monitoramento de CSAM?

A ferramenta de monitoramento escaneia todo o conteúdo dos sites e compara a impressão digital de cada arquivo com a base de dados de materiais já catalogados por grupos de combate ao abuso infantil como o NCMEC, Interpol e outras 60+ instituições públicas e privadas. No caso de detecções deste tipo de conteúdo, um protocolo de segurança envolvendo nossa empresa de hospedagem e os órgãos competentes é iniciado:

  1. Nosso contato de segurança é notificado pelo software de monitoramento
  2. Formalização do relato da detecção junto ao NCMEC, incluindo o link para o material, a data e hora de sua identificação.
  3. Um e-mail de confirmação do recebimento do relato é enviado de volta, oficializando a queixa.
  4. Regras de firewall e outros bloqueios são criados para impedir o acesso ao material. Caso as regras de firewall não funcionem, uma nova notificação é recebida para a remoção manual do conteúdo.

Como sua empresa pode participar desta causa?

Todas as empresas podem se cadastrar no programa de denúncias NCMEC CyberTipline independente do seu ramo de atuação. A empresa oferece um formulário online e uma linha telefônica 24 horas para o cadastro das denúncias. Para mais informações a respeito da organização, acesse http://www.missingkids.org/.

Esta triste realidade apenas mudará com a conscientização de cada um.

Privacidade é o assunto da vez. Vai ficar de fora?

Contate-nos para saber como podemos melhorar segurança da sua empresa na web.